Preservação da fertilidade para pacientes com câncer

dezembro 27, 2016
admin
preservac%cc%a7a%cc%83o-da-fertilidade-para-pacientes-com-ca%cc%82ncer

A vida moderna expõe as pessoas a muitas substancias e situações que podem ser nocivas à saúde. E isso desde jovens, o que tem acarretado o aumento da incidência de câncer em jovens nas últimas décadas. Em contrapartida, a eficácia dos tratamentos tem garantido uma taxa boa de cura e sobrevida para esses pacientes com Câncer.

Aqui mesmo, na clínica Fertilivitá, recebemos muitas pessoas interessadas em guardar óvulos pensando na preservação da fertilidade por razões de adiamento da maternidade. Entretanto, nesses pacientes com câncer, a preservação da fertilidade é muitíssimo recomendada, pois os tratamentos na grande maioria dos casos serão nocivos à fertilidade futura. Cirurgias, radioterapia e quimioterapia são prejudiciais para a qualidade futura dos óvulos da mulher e diminuem a quantidade de óvulos disponíveis para engravidar. Como a eficácia dos tratamentos de câncer é grande, o resultado é o adulto jovem, curado, e com desejo de retomar a vida, constituir família e ter filhos. Estudos mostram que as mulheres que guardaram seus óvulos previamente ao tratamento do câncer, sentem-se mais seguras por ter tomado essa decisão. Ficam mais tranquilas durante o tratamento do câncer. Depois, se quiserem engravidar, teremos óvulos sadios para tentarmos.

Para os homens é mais fácil. É “só” congelar os espermatozoides. Para as mulheres, há algumas opções de tratamento de preservação da fertilidade. As mais comuns são: – o congelamento de óvulos jovens e sadios. Outro é o “congelamento dos ovários”. Por laparoscopia tiram-se “lascas” do ovário. Em um processo no laboratório, estas lascas são cortadas em vários fragmentos e são congeladas.

Depois de todo o tratamento e, finalmente, a cura, estes tecidos podem ser reimplantados na mulher. Com isso, ela pode voltar a apresentar ovulações espontâneas ou mesmo passar por um tratamento de fertilização in vitro.

Comentários

comentário(s)

Related Posts

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>