Obesidade e Fertilidade

Obesidade é uma doença crônica. O excesso de gordura corporal causa aumento da resistência à insulina, doenças metabólicas, cardiovasculares e alterações hormonais.

Muitos homens e mulheres com obesidade podem ser férteis. Entretanto, a obesidade está associada à diminuição da fertilidade, complicações na gestação e efeitos adversos nos seus descendentes.

Alguns dos mecanismos envolvidos são:

✅        disfunção da ovulação, diminuição da resposta a medicamentos que induzem a ovulação e menor taxa de nascimentos.

✅        aumento de complicações maternas e fetais na gestação, como diabetes, preeclampsia, prematuridade, abortos e intercorrências neonatais.

✅        prejuízo da função reprodutiva masculina por diminuição na qualidade seminal e disfunção erétil.

A modificação do estilo de vida para perda de peso é o principal tratamento para obesidade do casal, associados a medicamentos e/ ou cirurgia bariátrica quando indicada.

O aconselhamento pré-gestacional desses casais deve incluir orientações sobre as possíveis consequências da obesidade na sua reprodução.

Os benefícios para a saúde geral são inúmeros com a perda do peso excessivo.

Os benefícios do adiamento da gravidez para a perda de peso devem ser avaliados considerando o risco da diminuição da fertilidade com o aumento da idade do casal.

O aumento do sobrepeso e obesidade é dramático em todos os países do mundo.  Mais da metade desses pacientes não recebe nenhuma atenção ou aconselhamento específico para redução do peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Preparação Pré Gestacional: O que eu devo fazer?
Próximo post
Tabagismo e Infertilidade
Menu