O que as pesquisas dizem sobre o uso da acupuntura para a infertilidade?

 

A infertilidade é um dos problemas que tem afetado muitos casais ao redor do mundo. Ela pode ser influenciada por vários fatores diferentes, dependem muitas vezes do ambiente e da saúde das pessoas, que cada vez acabam mais estressadas e com isso, prejudicando sua saúde. Mas há uma possibilidade de tratamento pela acupuntura. Você já ouviu falar sobre esse tratamento? Sabe se ele funciona ou como é realizado? Confira aqui um pouco mais sobre o tratamento da infertilidade pela acupuntura.

Como funciona o tratamento por acupuntura?

Quando falamos dessa possibilidade de tratamento, existem dois modos que ele pode ser abordado. Estes modos podem ser, a facilitação da gestação em pacientes sem causa aparente para a infertilidade, ou auxílio das técnicas de reprodução assistida quando for necessário.

É importante ter o diagnóstico correto, para que não seja realizado nenhum tratamento em vão. Nos casos em que a infertilidade ocorre devido a obstrução tubária, ou quando o homem possui um espermograma com alterações de mobilidade, de morfologia e o tratamento está ocorrendo na mulher, a acupuntura não pode ajudar. Nesse tipo de situação, ela pode ser usada como terapia complementar à fertilização assistida, e não como forma singular de tratamento.

Para que a acupuntura possa ser realizada com precisão, é necessário ter diagnósticos clínicos como anamnese. Exames clínicos e de imagem, são necessários a fim de que o estado global da saúde da paciente esteja claro o suficiente para que esse tipo de tratamento possa ser orientado.

O que os estudos dizem?

Estudos realizados em mulheres que fizeram o tratamento com acupuntura durante o ciclo da fertilização in vitro, mostrou resultados muito positivos, que apontaram um maior índice de gravidez do que as pacientes que não fizerem esse tratamento. Esses estudos apontam que a acupuntura pode estimular um mecanismo neuro-hormonal, que influencia o ciclo menstrual e a circulação sanguínea uterina, melhorando a qualidade dos óvulos e do endométrio.

E os hábitos de vida podem influenciar também?

Sim. O tratamento por acupuntura pode reduzir o estresse através da liberação de serotonina e da β-endorfina, e o estresse pode afetar diretamente a ovulação, chegando até mesmo a inibi-la. Mas além do estresse, há outros fatores que influenciam e que devem ser notados, como a alimentação e os exercícios físicos. Mulheres que se alimentam mal ou que estão lidando com a obesidade podem ter uma ovulação menor, além de que o excesso de exercício físico pode aumentar os níveis de estresse crônico.

Para que esse tratamento funcione, é importante entender que o objetivo da acupuntura é tratar o paciente como um todo, e não somente a doença. O tratamento pode ser diferente para pacientes com exatamente o mesmo problema, mas como ele leva em consideração todo o corpo e a saúde da pessoa, é muito provável que cada pessoa possua um diagnóstico diferente, de acordo com a somatória de sinais e sintomas principais de cada um.

Se você gostou desse tipo de texto e quer saber mais informações relacionadas, acesse nosso site! Você pode encontrar dicas e informações nos textos do nosso blog. Caso tenha alguma dúvida, temos uma equipe especializada pronta para te ajudar e responder todas as suas perguntas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Idade e fertilidade: entenda a relação entre elas para homens e mulheres
Próximo post
Afinal, o estresse causa infertilidade?
Menu