Inseminação Artificial

novembro 18, 2014
admin

A taxa de sucesso por ciclo gira em torno de 20%. No caso de inseminação artificial quanto mais idade tem a mulher, menores são as chances de engravidar. Após os 35 anos, as chances de sucesso ficam cada vez mais reduzidas.

O que é?

Um método de fertilização que consiste na injeção de espermas dentro do colo do útero da mulher ou no fundo do útero, no seu período fértil, ou seja, quando ela esta ovulando, o que facilita a união dos gametas para a formação do embrião. Por muito tempo, esta foi a única alternativa de gravidez para casos com algum problema de infertilidade. Aqui no Brasil esse método é existente desde a década de 1970. Para quem o método é indicado Inseminação artificial é recomendada em casos de alterações do colo uterino, que impeçam ou dificultem a chegada dos espermatozoides, como uma leve endometriose, quando não há razão aparente para a infertilidade e quando o homem sofre com leves alterações nos espermatozoides – como gametas lentos ou com dificuldades na movimentação. A inseminação artificial também pode ser feita com espermatozoides doados em casos que o parceiro da mulher não os possui no seu sêmen ou no caso de casais homo afetivo.

Pontos importantes para ser candidato á inseminação

  • Cavidade uterina normal;
  • Pelo menos um ovário em funcionamento;
  • Pelo menos uma trompa pérvia saudável;
  • Número mínimo de espermatozoides com qualidade;

Contraindicações

Assim como, em uma gravidez normal é necessário que mulheres que tenham algum problema de saúde sério consultem seu médico obstetra antes do procedimento, é essencial saber se há algum risco de doenças infecciosas ou hereditárias.

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *