Esperma de homens mais velhos perdem qualidade

junho 18, 2018
admin

andropausa-questa-sconosciuta-preview-default

Homens mais velhos podem ter mais dificuldade de conceber filhos, seja naturalmente ou com a tecnologia de reprodução assistida. Vários grupos apresentaram suas descobertas no Congresso Científico e na Exposição da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva e 2017. Suas investigações examinam desequilíbrios cromossômicos, mutações genéticas acumuladas e alterações epigenéticas no espermatozoide desses homens mais velhos.

Em Boston, os pesquisadores descobriram que embriões criados com esperma de homens com mais de 50 anos se dividem mais lentamente e levam mais tempo para chegar ao estágio inicial do blastocisto. Em um estudo de corte retrospectivo, eles examinaram dados em um determinado espaço de tempo para 3.532 embriões de 527 casais. Quando todos os embriões foram considerados, aqueles de homens com mais de 50 anos se desenvolveram 35% mais lentamente que os de homens com menos de 35 anos. Considerando apenas embriões que atingiram o estágio de blastocisto, o tempo foi 4,3% mais lento para os embriões de homens mais velhos.

Riscos de embriões anormais

Homens com aneuploidia espermática, um complemento incompleto ou danificado de cromossomos ou cromossomos extras em seus espermatozoides, estão em maior risco de ter embriões anormais. No Baylor College of Medicine, em Houston, Estados Unidos, Taylor Kohn e Alex Pastuszak realizaram um estudo no qual revisaram os registros e entrevistaram 99 casais nos quais o parceiro havia sido submetido a testes de hibridização in situ fluorescente (FISH) para aneuploidia para encontrar relações entre aneuploidias e abortos espermáticos, PGS e resultados de amniocentese e nascimento vivo. No grupo de estudo, a maioria dos abortos ocorreu em 7,2 semanas de gestação. Menos anormalidades genéticas foram observadas após 15 semanas de gestação; todos os 6 amniocenteses eram normais. Cinquenta e dois nascidos vivos foram relatados para os 99 casais.

Pesquisadores da Weill Cornell Medicine, em Nova York, mostraram que à medida que os homens envelhecem, seus espermatozoides tornam-se mais propensos aos efeitos dos erros meióticos e da aneuploidia, e isso afeta sua função. Em um estudo genético sobre espermatozoides de homens em casais com perda recorrente de gravidez ou FIV fracassada, os homens foram divididos em sete grupos etários: o grupo mais jovem – de 25 a 30 anos e o mais velho – acima de 55. Os espermas foram testados via FISH para aneuploidia e sequenciamento de DNA – variação do número de cópias, ambos os tipos de defeitos foram maiores na faixa etária mais velha.

Fonte: https://www.asrm.org/news-and-publications/news-and-research/press-releases-and-bulletins/older-mens-sperm-worse-for-the-wear/?_ga=2.81851414.1035725277.1526581733-1093507840.1523024766

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>