Os segredos da dieta mediterrânica

junho 13, 2016
admin
MEDITERRANEAN DIET

Apesar de não ser expert no assunto, quero falar de algo sobre o qual eu estudo e, claro, experimento. A chamada dieta do mediterrâneo. Como o próprio nome já diz, os adeptos são da região de mesmo nome. Existem pelo menos 16 países banhados pelo mar mediterrâneo, sendo que os hábitos alimentares variam entre eles, de acordo com a cultura, origem e religião. Contudo, existem uma série de características comuns entre eles:

  • Um elevado consumo de frutas, legumes, batatas, feijão, castanhas, sementes, pão e outros cereais
  • O azeite é utilizado para cozinhar e temperar os alimentos
  • Quantidades moderadas de peixe, e pouca quantidade de carne
  • Quantidades baixas a moderadas de queijos e iogurtes gordos
  • Consumo moderado de vinho, principalmente durante as refeições
  • Estilo de vida saudável, não sedentário

Os principais ingredientes: O azeite

 

O azeite é usado na cozinha mediterrânica em substituição à manteiga, margarina e outras gorduras. Ele é uma fonte de gordura monoinsaturada, protetora contra doenças cardíacas. É também uma fonte de antioxidantes, incluindo a vitamina E. É ainda importante relembrar que o azeite é utilizado em pratos à base de vegetais, molhos de tomate, saladas e para fritar peixe.

 

Frutas e verduras

 

O elevado consumo de frutas e verduras frescas é outra característica do povo desta parte da Europa.

 

Peixes gordos

 

Peixes como a sardinha, apresentam importantes benefícios para a saúde. Os peixes gordos são uma fonte de gorduras boas e ómega 3, benéficos para a saúde cardíaca.

 

Vinho com moderação

 

O vinho é consumido de forma moderada por todos os povos do Mediterrâneo, e normalmente é tomado com as refeições principais. Para os homens o consumo moderado é de dois copos por dia e, para as mulheres, um.

 

O vinho, especialmente o vinho tinto, contém uma vasta gama de compostos vegetais que apresentam características benéficas para a saúde

 

Nem sempre é fácil

Sei que hoje em dia poucas pessoas conseguem adotar estilos de vida sugerido por vários estudos e médicos (inclusive eu), mas saber que há alternativas e conseguir mesclar e adotar alguns hábitos já é um bom começo.

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>