Maternidade: vença os desafios sem muitos dramas

fevereiro 16, 2018
admin

pregnant-2720434_1920

Frequentemente nos deparamos com desabafos nas redes sociais – famosos e anônimos – sobre as dificuldades de ser mãe. Algumas relatam o sofrimento que é fazer o filho dormir ou a culpa em deixar a criança em casa e voltar a trabalhar. Já outras, fazem uma reflexão mais profunda afirmando que sempre sonharam em ser mães por conta do amor incondicional que receberiam, mas que não sabiam que os primeiros meses de vida daquele pequeno ser exigiriam uma dedicação desmedida. Pensando nisso, reuni algumas dicas para que o desafio da maternidade seja vencido sem muitos dramas.

Prepare-se e muito, como se fosse uma sedentária querendo fazer exercícios todos os dias

Digo a todas as mulheres que têm a intenção de engravidar que a maternidade não é, e nunca foi, algo fácil. Porém, outra certeza, é maravilhoso! Preparar-se significa não apenas conversar francamente com o seu médico de confiança e ler os muitos livros que existem por aí. Parte desta preparação também reside em escutar, se possível com o coração aberto, os conselhos de outras mulheres que já passaram por isso. Também é válido acompanhar blogs e redes sociais, mas com muita parcimônia, já que muitos recebem patrocínios e tendem a colocar apenas algum lado tendencioso das situações. Outro alerta: não caia nunca na “visão pessimista” e de crendices populares sem sentido. No final, vai dar tudo certo, você, o bebê e a casa toda vão entrar em sintonia.

Atenção à melancolia pós-parto

Frequentemente, muitas mulheres têm relatado sentir uma leve melancolia e tristeza pós-parto, que vêm em contraste com a alegria e euforia da maternidade. Este conjunto de sentimentos recebeu o nome de “Baby Blues” e são bastante comuns. O corpo está se adequando às taxas hormonais e a rotina da vida diária muda podendo gerar conflitos e muita responsabilidade de uma vez só. Tudo isso, associado a responsabilidade de cuidar de um bebê aparentemente tão indefeso e não aceitar a possibilidade de falhar nesse contexto podem gerar estresse e tristeza a mãe. A boa notícia é que este turbilhão dura somente entre 15 e 20 dias após o nascimento da criança. Mas, atenção: caso você perceba que estão ficando mais intensos e duradouros, procure seu médico.

Imponha ritmo à nova vida que chegou

A criança deve se adequar ao ritmo da casa e não o contrário. Isto significa que ela deve se acostumar ao barulho que existe durante o dia.

Chorar não faz mal a ninguém

Desde recém-nascidas, as crianças testam os limites dos pais e isto começa pelo choro sem motivo. Muitas vezes, ela está seca, alimentada, sem dores e chora porque, simplesmente, quer companhia. Aos pais e familiares, cabe educá-las e condicioná-las. Assim, quando ouvir um choro, não corra imediatamente em seu socorro. Espere alguns minutos e veja o que acontece. Se o choro persistir, aí sim, é importante ver o que está acontecendo, mas se não for nada, ela irá adormecer e logo vai acostumar a chorar quando for, realmente, necessário.

Com dicas simples como essas, você vivenciará a maternidade sem muitos problemas. Volto a dizer: ter filhos não é uma tarefa fácil, mas é maravilhosa! Preparando-se bem, os sustos serão menores e você poderá apreciar todas as alegrias e vencer todos os desafios tranquilamente e o que é melhor: sem alardes.

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>