Mães de primeira viagem. Vejam dicas para a primeira semana do bebê em casa

janeiro 25, 2017
admin
1_Maes de primeira viagem_BLOG

O nascimento do bebê é sempre uma dádiva para a família. Acompanho a alegria dos casais e das famílias quase que diariamente. Mas algo que também acompanho são os primeiros meses dos bebês em casa. Pelo menos fico sabendo das histórias. As mães voltam ao consultório ou para tirar pontos da cesárea ou às consultas normais. E algumas até para reiniciar tratamento de fertilização.

Principalmente nos primeiros três meses de vida, o bebê requer alguns cuidados. As mães de primeira viagem podem ter um pouquinho mais de trabalho, porém, tudo vai dar certo, sempre.

E é exatamente por conta destas histórias que resolvi escrever este texto, com dicas de dois excelentes profissionais que sempre indico para minhas pacientes.

Em uma conversa bem informal e sempre muito prazerosa com a pediatra Cilmara Mendes Silva, separei dicas valiosas e, sempre úteis. O fechamento será com outro amigo, o pediatra Newton Nakamura.

– Se os pais estão perdidos com o bebê em casa, imaginem então o pequeno? Há pouco tempo o bebê estava dentro da barriga da mamãe, quentinho, sem sons, nem respirar precisava, comer pela boca então, nunca.

– Nos primeiros meses de vida é normal a pele do bebê criar bolinhas, ter olhos vesgos, soluço e vomitar. Ah, claro, e trocar o dia pela noite. Cólicas? Vai ter.

– Deixe o bebê dormir bastante. É assim mesmo. Ele dorme até 16 horas e consome cerca de 8 fraldas por dia.

– O remédio para tudo isso? TEMPO! O mais importante, segundo a Cilmara, é não mudar a rotina da casa. Quem tem de se adaptar à rotina da casa, à dinâmica dos pais, é o bebê.

– Claro, bom senso é sempre bom. Se o casal estava acostumado a curtir esportes radicais, por exemplo, o bebê vai demorar a participar.

– Outra coisa importante. O bebê é um ser humano, pequenino, é verdade. Mas sente calor, frio. Por conta da massa corpórea equivalente ao seu tamanho, ele frio ou calor mais rápido que os adultos.

– Não é necessário colocar aqueles protetores de berço. Além de aquecerem a caminha no calor, acumulam pó.

– Ah, o bebê não quebra fácil.

– É ótimo receber visitas, elas podem visitar o quarto do bebê, claro, mas que seja rápido. Ficar conversando, batendo papo, na sala.

– Sair de casa? Lógico, ninguém merece ficar por dias em casa, nem o bebê. Tente passear em lugares abertos, parques e até nas ruas do bairro. 10 ou 15 minutos de sol com as perninhas e braços de fora faz muito bem para as reservas de vitamina D do bebê. Passear em shopping tudo bem também, mas fora dos horários de pico e por pouco tempo. A dica principal é evitar aglomerações.

E, para terminar, um depoimento de outro pediatra muito competente, o Newton Nakamura .

“O mais importante é aprender a curtir o filho que acabou de nascer e não se preocupar com a opinião dos outros ou a rotina sugerida por livros ou revistas. No fundo, toda a mãe sabe como cuidar de seu bebê, pois sempre esteve em contato muito íntimo, desde a sua concepção até o nascimento. Acho que isso é o mais importante”.

Comentários

comentário(s)

Tags:

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>