Excesso de exercícios físicos e consumo de suplementos nutricionais podem causar a infertilidade

fevereiro 06, 2015
admin
Exercícios-físicos-ajudam-a-combater-a-baixa-autoestima

Cada vez mais pacientes do sexo masculino procuram as clínicas de reprodução humana assistida interessados nas questões sobre a infertilidade. Há bem pouco tempo, muitos casais enfrentavam a doença como um problema exclusivamente da mulher e exista muita relutância em acreditar que a deficiência poderia ser decorrente de um fator masculino.
Muitos são os elementos que podem levar a deficiência masculina e algumas atitudes dos jovens brasileiros têm deixado apreensivos cada vez mais os especialistas em reprodução humana assistida. Entre elas, a busca incansável pelo corpo perfeito e a não utilização de preservativos durante as relações sexuais.
Precisamos destacar que o excesso de exercícios físicos associados ao uso de anabolizantes e consumo exagerado de suplementos nutricionais é um importante fator de risco para a fertilidade masculina, visto que impacta diretamente na qualidade seminal.
O comportamento sexual dos jovens também merece muita atenção. Uma pesquisa realizada em março deste ano apontou que um terço dos jovens entre 14 e 25 anos não utiliza preservativos nas relações sexuais. Uma atitude que pode propagar as doenças sexualmente transmissíveis ocasionando a infertilidade.
O consumo exagerado de álcool, cigarro e outras drogas; a quimioterapia e radioterapia após diagnóstico de um câncer; a exposição a substâncias químicas decorrentes de algumas profissões, também são fatores de risco.
A fertilidade masculina deve ser avaliada por meio da realização de um exame de espermograma que irá analisar o formato do espermatozoide, a motilidade e a quantidade em amostras coletadas.
Pesquisas desenvolvidas por especialistas em reprodução humana assistida, com base em dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), comprovam que 40% dos fatores causadores da infertilidade são de responsabilidade do homem, 40% da mulher e 20% de ambos. Os progressos na medicina reprodutiva também levaram a descoberta de que a idade avançada do homem interfere nas chances de gravidez, na possibilidade do bebê nascer com síndromes genéticas ou de apresentar malformações.

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>