Desejo das grávidas realmente existem?

maio 09, 2016
admin
desejosdegravida11
Há muito de mitos e verdades no desejo das mulheres grávidas que mais parecem delírios gastronômicos. Recado especial aos maridos e companheiros: há mais verdade do que mitos.

Uma parte, tenho de dizer, é manha, carência e busca por atenção das grávidas. É o lado psicológico atuando. Mas na maioria dos casos, o fator hormonal e falta de nutrientes específicos são reais e justificam, pelo menor em parte, os desejos das futuras mamães.

Ao longo da vida, nosso organismo cria um banco de dados relacionando alimentos e seus nutrientes. Assim, o corpo aprende a pedir leite quando quer cálcio e ovos quando quer zinco, por exemplo. Nas grávidas, esses sentidos estão ligados com mais força.

As grávidas ainda têm o apetite alterado por hormônios. Substâncias como o HCG (gonadotrofina coriônica humana) e a progesterona, que regulam as funções da gravidez, alteram a composição da saliva, fazendo as comidas ter outro gosto. Isso serviria de explicação para que comidas favoritas passem a ser rejeitadas, e vice-versa, além de favorecer combinações que paladares “não grávidos” seriam tachados de, no mínimo, ousados.

A partir da 12ª semana de gestação, o controle dos hormônios deixa de ser feito pelos ovários e passa para a placenta, e as características do estrogênio, por exemplo, mudam. Isso leva à oscilação de humor e também do gosto, cheiro e preferências alimentares.

Vale lembrar, no entanto, que, apesar de todas as gestantes estarem expostas aos mesmos tipos de hormônios, cada uma reagirá de uma forma. A segurança emocional pode fazer com que essas vontades não apareçam. É o mesmo princípio da tensão pré-menstrual (TPM): há aqueles meses em que as mulheres ficam mais sensíveis e sonham com uma barra de chocolate.

Portanto, homem, se você costuma perceber quando a TPM está atacando a sua esposa ou companheira, prepare-se, ela pode só mudar de nome. Na gravidez o mesmo padrão de comportamento pode surgir. Tente manter a sua estratégia também durante a gravidez. Atender um ou outro pedido gastronômico só vai ajudar. #ficaadica

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>