Mães de união homo afetiva são cada vez mais comuns em clínicas de fertilização

julho 01, 2015
admin
Fertilização

Uma nova modalidade de família vem se formando no mundo. Com a autorização do casamento homoafetivo no Brasil e em alguns países como os EUA, o conceito de família está adaptando-se. Casais masculinos e femininos tem adotado crianças ou recorrido a gerar seus filhos por meio de inseminação artificial e tratamentos de fertilidade.

Um dos diferenciais no atendimento desses pacientes é o respeito pela opção do casal e a personalização do tratamento. O relacionamento entre médico e pacientes homo afetivos é cercado de muito respeito e profissionalismo.

Amostras de sêmen, óvulos e/ou embriões são disponibilizados para esse tipo de tratamento. Informações sobre raça, altura, tipo sanguíneo, cor de olhos, cabelos, profissão e até hobbies do doador são disponibilizados para o conhecimento dos envolvidos. Entretanto o anonimato da identidade do doador deve ser preservado.

A partir daí, segue o tratamento de fertilização que pode ser “in vitro” ou inseminação artificial.

Comentários

comentário(s)

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>